OS EFEITOS DA LUZ PARA QUEM ANDA NA LUZ

Por Edson Mesquita

“Esta é a mensagem que dele ouvimos e transmitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva alguma. Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (I João 1:5-7).

Deus é totalmente luz. Ele tudo vê e tudo sabe; não há nada escondido aos Seus olhos. Portanto, se alguém diz que tem comunhão com Ele, mas anda nas trevas, está mentindo! Segundo o texto, qual seria a evidência de que alguém anda realmente na luz (na comunhão com Ele)? A comunhão com os outros! O contrário, portanto, é verdadeiro: se alguém não tem comunhão com os outros, é porque não tem comunhão com Deus – “Quem se isola busca interesses egoístas e se rebela contra a sensatez” (Pv 18:1).

A lógica é a seguinte: Quem anda na Luz (Deus) fica exposto, seus pecados e defeitos ficam evidentes a si mesmo. E, quem consegue enxergar sua pecaminosidade, não tem coragem de julgar as pessoas, pois não se vê melhor que ninguém; por isso, será mais paciente, amorosa, compassiva, tolerante, perdoadora… Por que pessoas saem da comunhão da igreja quando são ofendidas? Simples: porque “não se enxergam”!

Andar na luz, portanto, é também ser transparente nos relacionamentos, é não tentar esconder os defeitos e limitações. A luz faz cair as máscaras da hipocrisia e da justiça própria. Quanto mais perto da luz, mais questão fazemos de revelar quem realmente somos e mais coragem temos de confessar nossos pecados. Então “… O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (v.7). O poder do sangue só entra em operação mediante confissão – “Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia” (Pv 28:13).

Certa vez, um dos pastores da nossa equipe contou que chegou atrasado à reunião da célula na qual era líder. Ao justificar seu atraso disse: “Eu e minha esposa brigamos antes de sair de casa; mas já acertamos, nos perdoamos e agora estamos bem”. Isso encorajou os demais irmãos a também confessarem seus pecados e dificuldades na área conjugal. Segundo ele, foi uma das melhores reuniões que já participou!

Ele poderia muito bem ter ocultado o real motivo, ou inventado uma desculpa; afinal, como pastor, poderia ter cedido à tentação de manter as aparências! Mas quem anda na Luz (Deus) também anda na luz com os irmãos. Isso é comunhão!  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s