A SEMENTE DE DEUS É O QUE VOCÊ PRECISA

Por Edson Mesquita

 

“Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus. Desta forma sabemos quem são os filhos de Deus e quem são os filhos do Diabo: quem não pratica a justiça não procede de Deus, tampouco quem não ama seu irmão” (I João 3:9-10).

Nascer de Deus implica em receber a Sua semente. Quem tem essa semente não anda na prática do pecado (como estilo de vida), embora ainda seja imperfeito e possa cair nele! A semente de Deus é a vontade dEle no interior de uma pessoa, mas ela não anula a personalidade humana, a vontade própria, carnal, inclinada para o mal.

Paulo fala desse conflito interior: “Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam” (Gálatas 5:17). Esse conflito não acontece antes do novo nascimento. Quem não tem a semente de Deus, anda no pecado sem qualquer constrangimento ou sentimento de culpa. Para ela, pecar é tão natural quanto dirigir um carro ou tomar banho. Mentira, dissimulação, imoralidade, vícios, maledicência, fofoca,… são práticas normais que não trazem qualquer incômodo. Mas quando uma pessoa recebe a semente de Deus, seus impulsos para o mal logo ficam evidentes; ela se sente super desconfortável, se arrepende e corre para o perdão de Deus. Ela se apressa em pedir perdão e liberar perdão às pessoas, e depois muda a sua atitude.  

Certa vez um jovem, passando por forte crise existencial, me procurou para conversar. Ele chegara à conclusão de que precisava nascer de novo. Contou-me que entrou para a nossa comunidade porque, como não bebia nem fumava, não gostava de farras (entre outras qualidades), encontrou um grupo de pessoas com as quais se identificava. Assim como ele, também, muitos apenas se aculturaram ao meio evangélico, mas nunca receberam a semente de Deus por meio do arrependimento de pecados!

Mas, se Jesus veio para destruir as obras do Diabo, então Deus quer que todos sejam Seus filhos! A semente do Pai tem as características dEle, a Sua essência, sobretudo o amor. O amor é o maior sinal de quem é nascido de Deus! Não este que o mundo sugere, do prazer próprio, eterno enquanto dura… Mas o amor de Deus, sacrificial, incondicional e livre do sentimento de posse; logo, um amor que não se frustra, não se abala e não se altera, que nunca se decepciona, pois não cria falsas expectativas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s