CAIM E ABEL – MESMO SANGUE, DOIS CORAÇÕES

Por Edson Mesquita

 

“Esta é a mensagem que vocês ouviram desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. Não sejamos como Caim, que pertencia ao Maligno e matou seu irmão. E por que o matou? Porque suas obras eram más e as de seu irmão eram justas” (I João 3:11-12).

Os filhos do Maligno são representados por Caim, e os de Deus por Abel. As obras dos filhos de Deus são justas, porque Deus é justo; mas as obras dos filhos do Maligno são más e injustas.

Os filhos de Deus têm o coração como o de Abel. Abel era pastor de ovelhas; e, na Bíblia, ovelhas representam pessoas. Quem tem coração de Abel, cuida de pessoas, se preocupa com os outros, com o bem-estar do próximo, é inclinado para amar e servir. Por três vezes Pedro negou a Jesus, e Este por três vezes lhe perguntou: “… Você me ama?”. À resposta afirmativa de Pedro, o Mestre acrescentou: “Cuide dos meus cordeiros”; “Pastoreie as minhas ovelhas”; “Cuide das minhas ovelhas” (João 21:15-17). Era só o que Jesus queria ouvir, porque quem O ama, ama ovelhas, pessoas, e se entrega por elas! Um filho de Deus pode até chegar ao ponto de negá-Lo, como foi o caso de Pedro, mas a sua natureza é sempre pronta a confessar, se arrepender, e sobretudo amar o que e quem Jesus ama!

A natureza de Caim, no entanto, é oposta. Ele tinha um coração inclinado para o mal. Caim não cuidava de ovelhas, pelo contrário, matava! Matamos com palavras e atitudes de desprezo. Alguém já disse que o contrário do amor não é o ódio, é a indiferença. Indiferença também mata. Os filhos do Maligno só pensam em si mesmos, não têm interesse pelos outros. Depois que Caim já havia consumado o ato, Deus lhe perguntou: “Onde está seu irmão Abel?”; e ele respondeu: “Não sei; sou eu o responsável por meu irmão?” (Gênesis 4:9). Assim é o coração maligno: não se sente responsável pelo seu irmão! Caim não é verdadeiro, esconde suas intenções. Ele disse para o seu irmão Abel: “Vamos para o campo”. Mas quando estava lá, Caim atacou seu irmão e o matou (Gênesis 4:8). Ele engana, é falso; simula amizade, mas depois ataca…

João diz: “Esta é a mensagem que vocês ouviram desde o princípio”. Não é novidade. Todos nós já sabemos o que fazer. Se não fazemos, não é por falta de ciência, mas por pura desobediência! Amar é um verbo. “O Verbo [Jesus] se fez carne” (João 1:14). Amar é ter atitudes de Abel, de pastor, de amor e cuidado. Basta amar Jesus, pois, quem O ama, entrega-se de maneira espontânea e alegre em favor do irmão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s