O SOPRO DA VIDA… É O AMOR!

Por Edson Luiz Mesquita

“Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele” (I João 4:7-9).

Para João é muito simples saber quem é nascido de Deus e quem verdadeiramente O conhece. O sinal definitivo e incontestável é o amor. Se quem ama conhece a Deus, o contrário é verdadeiro. Essa lógica tem uma explicação simples: Deus é amor! A essência dEle é amor. E a maneira como Deus manifestou o Seu amor, Sua essência, à humanidade foi Se doando através do Seu Filho Jesus.

Quem nasce de Deus tem em si a mesma essência. Sua natureza se torna doadora e não mais consumidora. Antes de renascermos em Cristo nossa natureza era egoísta, agora é altruísta! Antes, era inadmissível sofrermos prejuízo; hoje somos prontos a perder, sofrer o dano, pois nosso foco não está mais em receber ou obter lucro, mas em dar.

A humanidade nada faz a não ser sujar o mundo. Tudo que o homem faz de bom tem uma contrapartida, um efeito colateral. O corpo humano produz tão somente dejeto, e isso é um reflexo da natureza pecaminosa, destruidora. Ele absorve o que é bom e libera o que é ruim, porque é um consumidor. 

O sopro humano é gás carbônico (morte), resultado do oxigênio (vida) que ele consumiu. Mas o sopro de Deus é vida, porque Ele não consome! Sua natureza é cem por cento doadora. Tudo o que sai de Deus produz vida, enquanto que tudo o que sai do homem produz morte. Morte é resultado do pecado, do egoísmo, da natureza consumidora; mas vida é resultado do altruísmo, da natureza doadora!

Em Cristo Jesus nossa natureza é transformada. Então, a essência doadora de Deus entra em nós. Nosso foco não está mais em consumir, e sim doar, amar… Essa postura produz vida. O egoísmo é substituído pelo altruísmo, porque nossa suficiência agora vem de Deus. A fonte do egoísmo, que reivindica direitos e briga por suas razões, é estancada e abre-se uma nova fonte – “… A água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna” (João 4:14). É a fonte que nasce em Deus. Quem é suprido por essa Fonte torna-se um doador, expressa amor, e manifesta a vida de Deus nas pessoas. Este é nascido de Deus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s