QUEM É QUE VENCE O MUNDO?

Por Edson Mesquita

 

“O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus. Este é aquele que veio por meio de água e sangue, Jesus Cristo: não somente por água, mas por água e sangue. E o Espírito é quem dá testemunho, porque o Espírito é a verdade’’ (I João 5:4-6).

Quem é nascido de Deus está no mundo, mas não é do mundo. Embora esteja temporariamente na Terra, tem sua perspectiva no Reino eterno, por isso não está preso ao sistema de coisas deste mundo. Esta é a razão porque vence o mundo. Derrota ou vitória tem a ver com conflito, oposição, guerra. Portanto, só vence o mundo quem tem conflito com ele. Qualquer associação com o mundo anula o motivo de conflito! 

A vitória que vence o mundo é nossa fé. O mundo quer nos atrair pelos olhos – “Pois tudo o que há no mundo – a cobiça da carne, a cobiça dos olhos, e a ostentação dos bens – não provém do Pai, mas do mundo” (I João 2:16). Mas viver pela fé é andar pelo que não se vê – “… A fé é… a prova das coisas que não vemos” (Hebreus 11:1). Nossa carne se inclina para o que se vê (que é passageiro), mas nosso espírito para o que não se vê (que é eterno).

Só pode vencer o mundo quem crê que Jesus Cristo é o Filho de Deus, Aquele que veio por meio de água e sangue! João estava contrapondo os falsos mestres, que afirmavam ter Jesus nascido como mero homem, e que o Cristo (Filho de Deus) desceu sobre Ele por ocasião do batismo, mas O deixou antes do Seu sofrimento na cruz. No entanto, a água simboliza o batismo, e o sangue a Sua morte. Portanto, Jesus era o Filho de Deus, não somente no batismo, mas também em Sua morte!

Quem crê em Jesus Cristo se identifica com Ele pela água e pelo sangue. A água é a palavra, o sangue é o sacrifício. Quando Jesus estava na cruz, já morto, e o soldado perfurou o Seu lado com uma lança, logo saiu sangue e água (João 19:34). Vencer o mundo exige que a água (palavra) se misture com sangue (sacrifício). Ou seja, a palavra precisa se tornar sacrifício, prática, entrega… Jesus é a palavra que Se tornou sacrifício!

Muitos querem apenas a água, usam a palavra para fundamentar seus discursos motivacionais.  Mas a palavra precisa ir além, ao nível da entrega irrestrita e sacrificial, ao nível da cruz, da morte de si mesmo, para que Cristo viva. O verdadeiro evangelho tem água e sangue; e o resultado é ressurreição. A fé neste evangelho é que vence o mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s