A VERDADE QUE SUPLANTA A REALIDADE

Por Edson Mesquita

 

“Escrevi-lhes estas coisas, a vocês que crêem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que têm a vida eterna. Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade de Deus, ele nos ouvirá. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos” (I João 5:13-15).

Jesus disse: “Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (João 17:3). Conhecer Jesus é a própria definição de vida eterna! “Quem tem o Filho, tem a vida…” (v 12). Trata-se de vida espiritual, plena, divina. A palavra é zoe (do grego), diferente de bio, que é vida física. É resultado de uma relação com Deus, uma conexão com o Criador e Pai. 

Quem vive essa dimensão de vida tem confiança ao se aproximar dEle, pois sabe que em tudo o que pedir será ouvido. E de onde vem essa certeza? Da sintonia com a vontade dEle. A verdadeira relação com Deus implica em renúncia total da vontade própria. Assim, se a minha vontade é a de Deus e a minha oração concorda com Ele, é impossível não ser ouvido. 

Muitos cristãos acham que oração é pedir a Deus que Ele faça as suas vontades. Fazem propósitos, jejuns, votos, entre outros “sacrifícios” a fim de serem ouvidos. Mas tudo isso não passa de penitência e autoflagelo, na intenção de chamar a atenção de Deus para si, como se Ele fosse o seu empregado. Nada mais equivocado! 

Porém, quando oramos em sintonia com a vontade dEle, Ele nos ouve; “… E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos”. A palavra é temos, e não teremos. Quando oramos segundo a vontade de Deus, podemos ter certeza (fé) de que já temos, já está em nossa posse aquilo que pedimos, mesmo que os sintomas ou as circunstâncias mostrem o contrário. 

Existem pessoas que anulam a oração com decretos contrários àquilo que orou. Por exemplo, seu eu oro de acordo com a vontade de Deus pela cura de uma pessoa, e depois saio por aí dizendo que ela está terrivelmente doente, estou anulando minha oração. O último decreto sempre anula o anterior!

Portanto, se eu sei que já tenho o que dEle pedi, eu ando e falo como já tendo recebido. Fé é confessar mesmo que as circunstâncias digam o contrário, porque a realidade não é a verdade. A verdade é a Palavra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s