NÃO DESTRUA O FRUTO

Por Edson Mesquita

“De fato, muitos enganadores têm saído pelo mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em corpo. Tal é o enganador e o anticristo. Tenham cuidado, para que vocês não destruam o fruto do nosso trabalho, antes sejam recompensados plenamente” (II João 7-8).

Os gnósticos afirmavam que o Filho de Deus não Se fez carne; que veio apenas temporariamente sobre o homem Jesus entre Seu batismo e crucificação. Ensinavam que o espírito é totalmente bom, e a matéria inteiramente má; portanto, a violação da lei de Deus não tinha consequência, pois não feria a moral. Esse pensamento levava os cristãos à licenciosidade e à prática da imoralidade.  

João disse: “Tal enganador é o anticristo”. Satanás é o pai da mentira (João 8:44), Jesus é a verdade (João 14:6). O anticristo tenta se infiltrar na igreja por meio de doutrinas falsas. Hoje o engano continua presente, só que com muito mais força, por conta da tecnologia da informação que espalha as mentiras através das redes sociais numa velocidade incrível. O apóstolo Paulo já alertou: “Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina…, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade…” (II Timóteo 4:3-4).

Jeremias diz que até o nosso coração é enganoso, portanto, propenso a cair em armadilhas (Jeremias 17:9). Ao mesmo tempo, os enganadores são muito convincentes. Paulo diz: “Não se deixem enganar: As más companhias corrompem os bons costumes” (I Coríntios 15:33). Existem pessoas extremamente persuasivas! À quem você está dando ouvidos? Deus nos colocou numa família (Igreja), a fim de que andemos em comunhão e relacionamento íntimo, e assim possamos saber quem é quem. 

Somos ovelhas. Ovelha anda em rebanho e recebe direção do pastor. Isso é o que nos guarda de enganos e heresias. Ovelha que gosta de andar sozinha, que se acha dona do próprio nariz, é presa fácil do inimigo. Normalmente, quem cai na lábia dos falsos profetas são os que não valorizam a igreja local e desprezam os pastores que têm, preferindo os que usam da fama para persuadir. 

Não permita que o fruto de um penoso trabalho seja destruído. Seja fiel e leal a sua comunidade de fé. Considere os pastores e mestres que lhe orientam e pagam o preço por sua vida. Guarde seu coração, andando em rebanho, valorizando o relacionamento e a vida em comunidade; sobretudo, porém, tendo os olhos fixos em Jesus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s