O ENSINO DE CRISTO É SUFICIENTE

Por Edson Mesquita

 

“Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas vai além dele, não tem Deus; quem permanece no ensino tem o Pai e também o Filho. Se alguém chegar a vocês e não trouxer esse ensino, não o recebam em casa nem o saúdem. Pois quem o saúda torna-se participante das suas obras malignas” (II João 1:9-11).

A intenção de João com suas cartas era estimular os cristãos a permanecerem no ensino de Cristo, no ensino que ele e os demais apóstolos já haviam transmitido. Como um dos doze apóstolos, fora testemunha ocular, portanto sabia do que estava falando – Jesus, realmente, viera em carne. Os gnósticos nem mesmo haviam visto Jesus, e se achavam melhores do que os apóstolos, afirmando que Jesus não fora totalmente humano, como se tivessem recebido uma revelação mais elevada da doutrina cristã.  

João dizia que estes pregadores itinerantes não tinham Deus, e que a Igreja não deveria recebê-los – “Não o recebam em casa, nem o saúdem” (a Igreja se reunia nas casas). Isso soa muito radical? Pois é, quase sempre os filhos acham que os pais são muito radicais. Acontece que os pais sabem o que estão dizendo!  

Hoje em dia essa história se repete. Muitos são os que desonram os pastores e mestres que se dedicaram para ensiná-los. Literalmente, cospem no prato que comeram, e agora acham que sabem mais do que eles. Não têm amor pelo rebanho, querem apenas evidência, notoriedade, vanglória…, então dividem a igreja com o argumento de que o Espírito lhes deu essa direção. Mas bem na verdade são rebeldes, insubmissos, desonrosos… Depois de um tempo eles voltam para pedir perdão, e aí acham que está tudo resolvido. Mas se houvesse, de fato, arrependimento, haveria fruto de arrependimento, e estariam dispostos a unir novamente o que separaram!

Por que João em toda a sua carta enfatiza o amor? Porque o muito conhecimento pode trazer soberba e nos afastar do amor, que é o mais importante. Muitas “revelações” têm se proliferado hoje em dia, que são falsas, nascem das divagações mentais e não da Palavra. Caem nessas armadilhas os que não honram seus pastores e líderes! 

Não dê atenção aos enganadores que se projetam hoje, principalmente pelas redes sociais – “Não o recebam em casa”. O erro de Eva foi ter dado conversa à serpente. Não seja ludibriado! “Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas…” (Hebreus 13:17). Queira crescer e amadurecer na doutrina, mas cuidado com as “revelações”, que vão além da Palavra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s