O PAI DAS LUZES

Por Edson Mesquita

“Meus amados irmãos, não se deixem enganar. Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, que não muda como sombras inconstantes. Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, a fim de sermos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou” (Tiago 1:16-18).

Tiago adverte seus leitores a não se deixarem enganar por qualquer discurso falso acerca da bondade de Deus. O contexto trata do mau desejo da natureza humana que, quando aflorada, produz o pecado e gera a morte (vs 13-15). O pecado foi e continua sendo um ato da livre vontade humana. Se não existe livre arbítrio, como alguns afirmam, então Deus seria cúmplice do pecado, pois teria que levar o homem a pecar para, então, salvá-lo. É por isso que Tiago diz: “… Não se deixem enganar…”

Tudo o que vem de Deus é boa dádiva, é dom perfeito. Se a essência dEle é o amor, não faz qualquer sentido pensar que Ele possa produzir o mal! Ele é o “… Pai das luzes, que não muda como sombras inconstantes”. Então, Deus produz luz, e não trevas. Como “Pai das luzes”, todas as demais luzes que existem no universo apenas refletem a Luz que vem dEle. 

As sombras mudam de acordo com a direção da luz, por isso são inconstantes, o que é próprio da natureza humana, instável, volúvel, vulnerável aos sentimentos e emoções. Tal instabilidade é que leva o homem à prática do pecado. Mas a luz, por sua vez, nunca vê a sombra. Esse é Deus! Portanto, a única maneira de evitar o mal é andar na luz – “… Deus é luz; nele não há treva alguma” (I João 1:5). 

Infelizmente, muitos se deixam guiar pelas sombras inconstantes. Tomam decisões e fazem escolhas com base em sentimentos e emoções, e não à luz dos princípios da Palavra. Andam nas sombras; ou seja, escondem pecados, usam máscaras de religiosidade para ficarem bem na foto, porque não querem ser tratados. E, quando vêm as consequências, ainda acusam Deus de praticar o mal! Jesus disse: “Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, temendo que as suas obras sejam manifestas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se veja claramente que as suas obras são realizadas por intermédio de Deus” (Jo 3:20-21). 

O Pai das luzes nos gerou pela palavra da verdade (v 18). Sim, agora somos filhos da luz, e a palavra é a da verdade. O que faz sombras são as paredes e muros. Só vamos eliminar as sombras do nosso coração quando removermos as paredes, os bloqueios, as máscaras, os escudos de argumentação… Ande na luz e ordene seu interior, a fim de usufruir de toda boa dádiva e dom perfeito do Pai das luzes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s